Como fazer para cancelar o cheque especial

Cancelar o cheque especial pode se tornar uma atitude necessária principalmente para quem está em busca de melhorias na saúde financeira. Nesta postagem, passaremos informações de como o correntista pode fazer para suspender este “benefício” que, em muitos casos pode mais atrapalhar do que ajudar. 

Apesar do nome, cheque especial é um limite de crédito que é disponibilizado de maneira simples na conta corrente do cliente. Após uma prévia análise de crédito, o banco disponibiliza um valor, que pode ser usado em qualquer situação, quando o saldo do cliente não for suficiente para cobrir tal despesa. 

Em poucas palavras, é como se fosse um empréstimo, que já está ali, pré-aprovado, disponível para o cliente usar a qualquer hora.

Ao mesmo tempo que isso pode ser bom, pois em uma emergência o cliente não perde tempo com burocracias ou prazos, pode ser muito ruim para quem não tem controle ou planejamento financeiro. Muitos acabam achando que o cheque especial é um “dinheiro extra” e este tipo de “empréstimo” possui uma das mais altas taxas do mercado. 

A partir do momento que o correntista usa qualquer valor do cheque especial, os juros já começam a correr e caso não tenha o valor para cobrir rapidamente, a dívida pode se tornar uma verdadeira bola de neve. 

O que é necessário fazer para cancelar o cheque especial

Como cancelar o cheque especial

Para cancelar o cheque especial é muito simples. O cliente pode fazer o procedimento pelo Internet Banking do seu banco, no aplicativo e em alguns casos até por telefone. Mas nada o impede de ir pessoalmente até uma agência para formalizar o cancelamento.

Posso cancelar o cheque especial se já estiver devendo algum valor?

Sim, pode. Em alguns casos, pelas novas regras do Banco Central, as instituições financeiras costumam até trazer ofertas de parcelamentos dentro do aplicativo. Em poucos cliques o cliente parcela a dívida e cancela o cheque especial. Mas se no seu caso não estiver aparecendo nenhuma oferta, o ideal é ir até sua agência e procurar o seu gerente para negociar antes que a dívida se torne impagável e seu CPF passe a ter restrições de crédito. Nós já falamos que este tipo de operação de crédito tem um dos juros mais altos do mercado? Pois é.

Por que o cheque especial possui juros tão altos?

Os juros são extremamente altos pois este crédito é oferecido aos clientes sem qualquer garantia para o banco, ou seja, o risco é bastante alto. Ao contrário dos empréstimos consignados, por exemplo, em que as parcelas são debitadas diretamente no contra-cheque e a chance de calote é praticamente nula.

Como fazer para sair do cheque especial e melhorar a vida financeira

Se você está com muitas dívidas de cheque especial, saiba que é possível sempre se organizar. O importante é ter a consciência de que as mudanças são necessárias e começar a agir. Veja algumas dicas para resolver este problema:

  1. Coloque todas as suas despesas no papel e faça um planejamento financeiro;
  2. Negocie com os credores todas as suas dívidas e faça um parcelamento que caiba dentro do seu orçamento. Cancele o cheque especial e os cartões de crédito. Quando o assunto é dinheiro, é preciso cortar o mal pela raiz;
  3. Troque dívidas que você já tem por dívidas mais baratas, ou seja, se tem dívida no cheque especial e puder pegar um empréstimo consignado para quitar o valor, você pagará menos juros;
  4. Procure fazer uma renda extra, pelo menos enquanto as finanças estiverem mais apertadas e você se acerta para pagar suas dívidas;
  5. Evite fazer compras por impulso, elas acabam fazendo com que você gaste um dinheiro que geralmente não tem;
  6. Anote seus gastos em algum local. Ter o hábito de anotar tudo que gasta, pode ajudar a ver onde estamos gastando dinheiro sem necessidade, evitando assim despesas com supérfluos.

Caso esteja com dificuldades para se educar financeiramente, não tenha medo nem vergonha de pedir ajuda. Sem dúvida, cancelar o cheque especial já vai ser o primeiro passo para que você possa se organizar e ter uma vida mais tranquila.

Tags:

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.